Ligue agora

11 2884 3600

Nossa localização

Rua Soledade 160 - Cumbica | Guarulhos CEP 07224-210

Como rastrear código de barras?

O código de barras começou a ser utilizado nos Estados Unidos no ano de 1973. Após 3 anos, a técnica de rastreamento passou a ser utilizada também na Europa, se expandindo para outros lugares do mundo.

 O famoso código em listras, tem como principal finalidade adiantar as filas em caixas e controlar os estoques nos mais diversos modelos de negócio.

No entanto, ao rastrear código de barras, é possível obter diversas informações relevantes, como o país de origem do produto marcado.

 Aqui o código só começou a ser utilizado em 1984, e até hoje a maioria possui 13 dígitos e uma série de barras.

 

Como a tecnologia funciona?

 Bom, para falar sobre rastrear código de barras, vamos entender como ele é traduzido. O código é composto por listras mais claras e outras mais escuras, atuando na exclusividade de cada dígito.

Através de uma combinação binária (0 e 1), um scanner é capaz de identificar o código, onde cada algoritmo entre 0 e 9 é representado por uma sequência diferente de tonalidades.

 Desta forma, cada linha do código de barras é representada por um algarismo da sequência numérica, e cada um deles é representado por 7 bits.

 

 Como a sequência é escolhida?

 A sequência não é aleatória. É possível rastrear código de barras e descobrir a origem do produto, de onde veio e de que tipo de produto se trata. Tudo isso graças ao código que possui algumas regras para a identificação dessas características. 

Podemos citar algumas regras que se aplicam para quase todos os códigos, salvo livros e boletos, que podem seguir uma ordem diferente ao rastrear código de barras. Sendo assim, vejamos:

 

Rastrear o país

 Ao verificar os 3 primeiros números da sequência é possível identificar onde o produto foi cadastrado. Isso não significa que foi fabricado no mesmo lugar. No Brasil, por exemplo, o produto cadastrado aqui começa com os algarismos 789 e 790.

 

Rastreio do fabricante

Logo após, os próximos 4 ou 6 dígitos ditarão qual empresa comercializou o produto. A quantidade de algarismos irá depender da quantidade de produtos que aquela empresa comercializa.

 

Tipo de produto

Depois é sinalizado o tipo de produto que estamos tratando. Cada modelo recebe uma sequência. Por mais que o conteúdo seja o mesmo, se a embalagem for diferente, este número já irá mudar. Dessa forma, rastrear código de barras se torna uma tarefa mais simples.

 

Dígito verificador

O dígito final é um código utilizado como uma última checagem. É realizado uma série de cálculos para chegar neste dígito.

 

Existe uma entidade que determina as sequências?

 Sim! As organizações GS1 e EAN estabelecem os códigos para cada empresa. São responsáveis por controlar e rastrear código de barras, para que não existam erros nos processos que dificultem a utilização da tecnologia.

 Como cada código é bem específico, é importante que seja único e dividido com exatidão.

 

Que tal garantir maior segurança a sua empresa?

 Você conhece a Metalacre? Aproveitamos o gancho para comentar sobre os lacres que fabricamos. A Metalacre foi fundada em 1983 na cidade de Guarulhos, localizada no Estado de São Paulo. 

Atualmente, a Metalacre possui uma grande participação no mercado nacional, com uma produção anual de milhões de lacres, consolidando-se cada vez mais como uma indústria 100% brasileira e de referência no segmento de lacres metálicos de segurança.

 

Gostou do nosso conteúdo ou tem alguma dúvida? Entre em contato com a nossa equipe!

 

Acompanhe nossos próximos posts!

Tags:

Deixe um comentário

[fibosearch]